Deixe um comentário

Bater e gozar

10579352_1532511300353217_928235845_n10811809_1532511270353220_741728651_n

Ivan Shupikov Fotografia

 

 

Muitas vezes, dependendo do grau de entrega, em uma sessão de spanking ou outra prática ligada ao Fetiche e BDSM, o prazer obtido é tão ou até maior do que o que se tem em uma relação sexual com penetração.

Começando pelo princípio que o prazer esta na mente, no que se sente e não na genitália em sí, as opções de prazer são tão ilimitadas quanto a imaginação.

Um toque suave da língua pode causar tanta paixão quanto o ardor de uma chibatada, ambas, cada qual em seu contexto, tem o poder de provocar diferentes sensações, dependendo da maneira, intenção e local aplicados.

O calor de uma sessão de spanking, seja ela pública ou particular, pode ser arrebatador…  desde que a entrega seja completa e é isto o que realmente importa:

A entrega

Sem ela, não há troca, não há prazer de verdade.

Quando há entrega, quando ambos estão em sintonia, um olhar, um gesto aguça a sensibilidade, instiga o desejo, explode o fetiche.

Quando há entrega…bater (e apanhar) é gozar.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: